DESVENDANDO OS PADRÕES DE PREFERÊNCIA DE HABITAT DE LARVAS DE SIMULIIDAE (DIPTERA) NEOTROPICAIS E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O CONTROLE DO VETOR

Ivete Ramos de Arruda BUFFOLO, Tainá Maria Miranda SOUZA, Suzana Silva do SANTOS, Tayanna RODRIGUES, Lidiane Coelho BERBERT, Tatiana Nascimento DOCILE, Ronaldo FIGUEIRÓ

Resumo


A família Simuliidae (Diptera) é composta por insetos de hábito hematofágico que apresentam distribuição global e são vetores da Oncocercose e da Mansonelose. Estes organismos tem como criadouros de suas formas imaturas ambientes de água corrente, onde suas larvas e pupas se desenvolvem. Devido à larva constituir o elo mais frágil do ciclo destes insetos, os esforços para seu controle devem ser direcionados aos criadouros destas formas, que são córregos e rios. No entanto, um melhor entendimento dos padrões de preferência de habitat destes organismos podem nortear iniciativas de controle menos agressivas ao ambiente e mais eficazes. Esta revisão busca traçar um panorama do estado da arte na literatura do conhecimento dos padrões de distribuição e preferência habitat de larvas de simulídeos neotropicais e de suas perspectivas para o controle.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.