FÁRMACOS ANTI-INFLAMATÓRIOS NÃO ESTEROIDAIS MAIS DISPENSADOS EM UMA FARMÁCIA COMERCIAL DO MUNICÍPIO DE ITAOCARA, ESTADO DO RIO DE JANEIRO, BRASIL

Afonso Ferreira SILVA, Denise Aparecida SILVA

Resumo


Foi realizada uma pesquisa em uma drogaria localizada no município de Itaocara, estado do Rio de Janeiro no período de janeiro a junho de 2011. O objetivo da pesquisa foi verificar quais são os anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) mais dispensados bem como as principais associações. Os resultados revelaram a dispensação total de 14.072 AINEs com maior dispensação no mês de junho com um total de 2.885 dispensações (20,50%), sendo o mês de fevereiro o de menor índice de dispensações, no total de 1.766 (12,55%). Um total de 6.359 formulações (45,19%) continha apenas um princípio ativo, enquanto que 7.713 formulações (54,81%) apresentavam dois ou mais princípios ativos associados. Dentre as formulações isoladas, as três mais dispensadas foram a dipirona com um total de 45,90% das vendas, seguida do ácido mefenâmico (20,96%) e do paracetamol (11,23%). Dentre as formulações associadas, 7.713 no total, as três mais dispensadas incluíram a dipirona + escopolamina (26,25%), seguida de dipirona + cafeína + mucato de isometrepteno (21,76%) e da dipirona + cafeína + orfenadrina (17,75%). O princípio ativo mais presente nas associações foi a cafeína seguida da dipirona e do paracetamol.  De acordo com a metodologia utilizada é possível concluir que os AINEs constituem-se em fármacos com alta dispensação nas drogarias, sendo maior nos meses de maio e junho; a dipirona é o mais dispensado, principalmente na forma associada; seguida pelo ácido mefenâmico e pelo paracetamol. A automedicação é frequente em relação ao uso de tais medicamentos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 Acta Biomédica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.