VARIAÇAO SAZONAL E ASPECTOS CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICOS DA LEPTOSPIROSE HUMANA NA CIDADE DE ITAPERUNA-RJ

Amanda Alves Tavares de SOUZA, Fabiana Cardoso FERREIRA, Hudson Dutra REZENDE, Josevânia Fulgêncio de Lima ARRUDA, Paula Macêdo da Silva EÇA

Resumo


A leptospirose é uma doença bacteriana de distribuição global e apresentação múltipla, variando desde um processo inaparente até formas letais. O principal reservatório desta antropozoonose, cujo microorganismo causador é a Leptospira sp., é o roedor, associado a condições precárias de saneamento básico. As enchentes e as chuvas fortes constituem, em nosso meio, grande fonte favorecedora do contato do homem com as águas contaminadas e tem relação direta com a maior incidência sazonal da doença, bem como forte ligação com a atividade profissional. Esse estudo de caráter qualiquantitativo foi realizado com base na análise de prontuários da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Itaperuna-RJ, durante os meses de fevereiro e março de 2012 e incluiu dados dos três últimos anos. Não houve relação direta entre a incidência da doença e o período de enchentes; a taxa de letalidade encontrada mostrou-se superior aos dados literários e, doméstica, foi a profissão mais acometida. Reforça-se então, a importância de priorizar a prevenção primária no manejo da leptospirose como forma de evitar novos casos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 Acta Biomédica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.